Desenvolvimento tardio…

Venho postar hoje com uma dorzinha no peito pelo que ouvi ontem na escolinha da Dani.
A professora nos relatou que ela é uma criança “apagada”, não interage, não gosta de contato físico com os coleguinhas, não fica à vontade como as outras crianças, não fala, não brinca, só sai do lugar quando é convidada e outras mil coisas.
Chorei um pouico no ônibus de volta, pois aquela criança que a professora me relatou não era a minha filha. Minha filha teve TC aos 3 meses porque não parava quieta, caiu com o rosto no chão e ficou tão inchada que nem raio X dava pra ser feito, vive correndo, pulando, dançando, cantando, bagunçando, gritando… Ela não é apagada!
O que acntece com ela na escola?
Pensei em terapia, mas para mim e para o Daniel. Sim, estamos errando!
Quando estamos junto, ela brinca, e faz todas as estripulis do mundo, brinca com outras crianças, abraça, beija. Quando está sozinha ela se retrai. Ou seja, superprotegemos nossa baixinha.
Na semana passada fomos a um aniversário de uma amiga e lá estava uma menina da idade da Dani. Ela brincou muito, mas o tempo todo fiquei grudada nela, e se eu me afastava, Daniel já cercava. Ou seja, ela é superprotegida mesmo. E não se sente segura na nossa ausência porque não damos espaço para ela fazer tudo o que quer.
E, nossa, quanta frustração! bem, foi apenas um desabafo.
Beijos

3 responses to “Desenvolvimento tardio…

  1. Amiga, sabe, eu não tenho direito de julgar a professora da Dani, até pq não estava lá no momento em q ela falou com vc. Mas, pelo jeito q vc descreveu no post, eu acho q a professora deveria ter utilizado melhor expressão, pois “apagada” não é um termo que ajude em nada no desenvolvimento da criança. Talvez, ela seja mesmo introspectiva quando está diante de outras crianças. E, amiga, eu acredito, diante do q li no post, q talvez um irmãozinho seja bom para ambas as partes, tanto pra ela, quanto para vc e o Dani, pois só assim vcs desfocalizam um pouco a atenção que é toda voltada para a Dani e a divide com um novo serzinho e a Daniela, por sua vez, terá com quem compartilhar a sua vida, com quem interagir diariamente e com quem se identificar melhor. Isso pode ser positivo para a interação dela com outras crianças. Bom, amiga, é só uma idéia. Beijos!

  2. Eu concordo com a Ana Laura sobre a professora chamar a Dani de “apagada”. Nada a ver.

    ps: Eu sou filho único e eu acho que eu entendo esse lance de superproteção.

    Beijão, Lu!

  3. ps²: Postando com o Login certo.
    ehhehehehhe

    Cê acredita que eu tô doente por causa da fumaça das fogueiras?

    ¬¬

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s