Revivendo um post antigo…

Há um ano e meio escrevi este post sobre estimulação em bebês. A Dani não falava, engatinhou tarde e várias outras coisinhas. Eu estava desesperada porque ela era “atrasada” em relação a outras crianças da idade dela.
Engraçado, como eu também era atrasada como mãe!
Hoje defendo que, independente dos estímulos (brinquedos brincados, brinquedos caros, aulas de tudo que é tipo…) a criança se desenvolve, simplesmente porque é da nossa natureza. Hoje, com três anos ela fala de tudo, pula, corre, brinca e se diverte com outras crianças, independente do brinquedo que ela brinca!
este ano optamos por uma escola com pedagogia Waldorf que defende exatamente isso: a criança cria seus próprios estímulos, não precisa de uma lavagem cerebral para aprender o que é um círculo, e nem precisa colar o barbante no triângulo para provar que consegue. Quando ela estiver preparada ela conseguirá.
E é assim que tenho vivido, um dia de cada vez, uma conquista a cada dia. Ontem ela subiu no trepa-trepa do parquinho sozinha, isso foi o máximo, porque ela subia apenas no primeiro “andar”, ela tem mais noção dos limites dela do que tinha quando eu a enchia de brinquedos que acendiam e falavam. Hoje os brinquedos falam, mas pela boca dela, quando ela fantasia que as bonecas estão comendo ou pedindo para dormir!
Isso é fabuloso!!!!! Nada como a imaginação para desenvolver qualquer criança!!!!
Gostaria de agradecer ao Roberto Luiz que reativou este post tão antigo e me mostrou o quanto evoluí neste tempo!!!!!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s