A nova escola…

img48921a64f3bd9O maior problema de todo pensar humano é compreender o homem
como personalidade livre baseada em si mesma

Rudolf Steiner

    Só alcança a liberdade, assim como a vida,
    quem diariamente a deve conquistar

    Goethe (Fausto)

    Depois de muitas dificuldades com as escolas da Dani (passamos por duas, em uma ela simplesmente não se desenvolveu e na outra ela era discriminada) resolvemos nos render à Pedagogia Waldorf. No início é tudo muito diferente.
    -“O que você pintou hoje?”
    -“O que você aprendeu?”
    Essas são as perguntas que os “novos pais Waldorf” fazem ao final da aula. Mas com o tempo, aprendemos que o “aprender” Waldorf é constante e não determinado pelo professor. O professor é apenas um observador e orientador.
    O desenvolvimento da criança é seguido em setênios (períodos de sete anos), sendo cada setênio fases muito diferenciáveis em que a criança mostra diferentes necessidades, desejos e interesses que não apresentava no setênio anterior.
    No primeiro setênio (0-7 anos) a criança emprega toda energia no desenvolvimento físico. Pular, correr, rolar, aprender a se balançar em balanços, escorregar em escorregadores, subir e descer em tudo faz parte do desenvolvimento físico da criança. A criança nessa fase, tem todos os sentidos abertos, o que faz com que ela se entregue a diferentes experiências com confiança, ela tem plena noção do corpo dela. É a fase da imitação, para falar, para fazer, para discernir o certo do errado, sempre baseado na observação. E é assim que ela formará sua moralidade futura, observando o que os adultos que o rodeiam fazem. E é por isso que as crianças neste primeiro setênio não são separadas por idades, elas estão constantemente juntas, porém realizam feitos diferentes, sendo os mais velhos exemplos a serem seguidos de atitudes almejadas pelos menores.
    Ou seja, se esta é a fase do desenvolvimento físico, por que uma criança de dois anos TEM que ficar sentada pintando um desenho pronto durante uma tarde toda? Esse fato me permite ma outra observação: a razão pela qual nossos adolescentes tem dificuldade de concentração e de ficar parado por longos períodos. Na fase do desenvolvimento físico deles, eles tinham que ficar sentados prestando atenção em explicações que não passavam de palavras soltas.
    A criança que investe toda energia no desenvolvimento físico durante o primeiro setênio, quanto atinge o segundo setênio têm plenas condições de investir muito mais no desenvolvimento intelectual.
    No segundo setênio (7-14 anos) toda energia volta-se para o desenvolvimento da memória, imaginação, prazer em repetições rítmicas e freqüentemente em desejo de conhecer imagens capazes de estimular a fantasia. Esse é o momento para alfabetização.
    E o terceiro setênio (14-21 anos) inicia-se a força para o pensar lógico, analítico e sintético. E inicia-se o desperta para a sexualidade.

    Enfim, essa é a forma que a escola Waldorf trabalha a pessoa, em fases que são desenvolvidas ao seu extremo! E digo como “Mãe Waldorf”, foi a melhor escolha que fizemos. A Dani está curtindo demais, porque lá ela não é mais uma mensalidade. Ela é uma criança, amada por todos, porque essa é a base, o amor!!!!!
    BEijos

    Deixe uma Resposta

    Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

    Logótipo da WordPress.com

    Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

    Imagem do Twitter

    Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

    Facebook photo

    Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

    Google+ photo

    Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

    Connecting to %s