29/01/2010 – Ainda em tempo…

Um dia muito especial! Hoje soubemos que nossa outra jóia é uma menina, Alice. Eu fiquei muito feliz, sempre me perguntei se saberia ser mãe de menino. Mas, aparentemente, fui a única. O Daniel estava louco para que fosse um menino, e a Daniela ainda não aceitou que o “irmãozinho” agora é uma irmã.

Enfim, é uma menina grande e forte, muito saudável!  E para completar minha alegria, hoje mostrei para a Dani seu primeiro arco-íris! Nossa, foi lindo! Os olhinhos dela brilhavam, ela ficou encantada. Tirei ela do banho para mostrar, nossa… A expressão do rosto dela foi única, encantamento, dúvida. Mas ela não falou nada, apenas olhou.

Estamos em fase de produção de paciência, muita paciência. A Dani tem estado muito rebelde (não imaginava que aos três anos uma criança seria assim), ela faz de tudo para contrariar, enfrenta e responde. Tudo ela vai matar ou destruir. Enfim, é um ciúme da irmã, eu sei, mas como é difícil lidar com isso. Eu cobro do Daniel paciência com ela e, às vezes, me pego brigando (é lógico que existe uma diferença bem grande – ele briga na primeira mal criação, eu estouro depois que meu vocabulário já esgotou). Hoje ela estava muito rebelde, e eu perdi a paciência mesmo, briguei, segurei o braço… E agora, que chegamos em casa ela está deitada na cama, depois de ter tomado banho sem um choro, cortado e pintado as unhas, jantado bem e tomado todinho. Juro que se alguém vê, diz que sou um monstro exagerado por reclamar da rebeldia dela.

Mais uma vez afirmo, minha filha sente falta de nós duas em casa, sente falta do banho tranqüilo às 19h, sente falta da janta na mesa com a mãe, sente falta de deitar comigo na cama e conversar até o soninho chegar, ou de ouvir sua história com a vela acesa…  E isso me dói, pois eu sei que somente eu posso ajudar minha filha a lidar com a vinda de uma irmã, e sei também que ela está clamando atenção.

O que me tranquiliza é que a partir de sexta feira eu serei só dela, ficarei em casa o dia todo com ela, e então, poderemos nos entender novamente!

One response to “29/01/2010 – Ainda em tempo…

  1. Não se culpe tanto :)Eu entendo todas as razões que aponta: um bebé a chegar, menos tempo…A minha pequena está quase a fazer 3 e também está a ficar muito rebelde e não tem bebé a chegar, estou com ela o tempo todo, temos muitas actividades criativas e nada mudou…ou melhor, ela está a mudar, está a conquistar a sua independência, a construir o seu mundo, e como não tem nenhuma contrariedade, ela inventa. É mesmo precisa muita paciência, às vezes penso que já não gosto tanto dela, agora que já não é bebé mas, também isso é a natureza a agir: temos que deixar os nossos passarinhos aprender a voar sozinhos. Será? Felicidades. Lia

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s