Proteção a infratores… O que você acha disso?

Todos devem (com certeza) lembrar do caso do menino João Hélio arrastado por 7Km preso ao cinto de segurança do carro em que estava com a mãe e a irmã. Completaram-se três anos dessa barbaridade. Nunca me esqueci disso, na verdade tenho medo de andar sozinha com a Dani de carro por isso, fiquei traumatizada sim. Bem, o caso é que essa semana foi divulgado que o jovem, menor envolvido no assassinato de João Hélio foi libertado ao completar 18 anos e está recebendo proteção em outro estado, juntamente com a família. Segundo o ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente)ao completar 18 anos o adolescente é solto.

Temos aí um grande questionamento a fazer: um jovem delinquente, que durante sua “estada” no internato participou de três tentativas de fuga frustradas e agrediu (tentativa de homicídio) um carcereiro foi libertado e tem direito a casa, comida e roupa lavada financiados por quem? Pela família da criança que ele ajudou a matar! Irônico, não? Como cidadã e mãe me revolto. Não acho que ele deva ser largado em praça pública e apedrejado. Mas acredito que agora, ele deva ser julgado como maior de idade e deva cumprir pelo crime hediondo que cometeu (arrastou uma criança de seis anos por 7 Km). .

E os responsáveis pela proteção do menor Ezequiel é a ONG Projeto Legal. Tudo bem que a ONG trabalhe tentando ajudar infratores recuperados a se reintegrar na sociedade, e forneça proteção para isso. Mas um “cara” que fez o que fez, apronta no internato ainda vai receber proteção? Quais as reais justificativas da ONG? Quais os ideais? Vamos questionar e não vamos deixar esse assunto dormir novamente. Não é justo a população pagar para manter assassinos protegidos.

E na minha opinião… Ele deveria passar uns belos 100 anos em uma penitenciária.

No Blog Futuro do Presente você encontra o manifesto da Ana Claudia Bessa, questionando o trabalho da ONG. Afinal, todos queremos saber por qê esse jovem tem esse privilégio!
Beijokas e por favor, não deixem que tenha sido em vão!

One response to “Proteção a infratores… O que você acha disso?

  1. É isso, ai, Lu.
    A gente tem que cobrar.

    Até agora, nada de resposta.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s