Educação ecologicamente correta…

Há alguns dias respondi a uma entrevista linkada AQUI sobre criar os filhos de forma ecologicamente correta. Não sei quando vou me acostumar, mas acho algumas reportagens  tão vazias. Sinto falta de mais informação e argumentos.

Escrevi sobre a opção que fizemos de usar fraldas de pano com a Alice e a forma que estamos nos organizando para que dê certo. Vamos usar a água do banho dela para deixar de molho com vinagre e precisaremos de apenas uma lavagem rápida na máquina para concluir a higienização das fraldas. Além disso, usaremos sabão de côco, que é muito menos impactante do que os sabões convencionais. Acredito que estaremos fazendo nossa parte e ainda ensinando nossas filhas que fralda de pano não é nenhum bicho de sete cabeças. Outra atitude que empregamos e dá muito certo aqui em casa é o uso de sacolas de pano. Cheguei em um limite de jogar duas sacolas cheias de sacolinhas de mercado no lixo por não ter mais onde guardá-las! Se você vai na farmácia e compra uma cartelinha de remédio, de brinde vem uma sacola onde cabem 100 cartelinhas! É muito melhor pegar diretamente da mão do vendedor e colocar na bolsa do que usar mais uma sacola. Só não levo minhas sacolas de pano ao mercado (tenho sempre uma na bolsa) quando minhas sacolinhas para lixo estão acabando. O mercado onde fazemos nossas compras dá desconto para quem utiliza sacolas retornáveis e suas sacolinhas plásticas são do tipo oxibiodegradáveis, que ainda não são as soluções ideais, mas dos males é o menor!

Há três meses decidimos que eu ficaria trabalhando em casa, para poder dar mais atenção à Dani e me preparar para o parto da Alice. Desde então, temos cuidado para que nossa alimentação seja a mais saudável e completa possível. Não compramos mais iogurte, faço litros de iogurte em casa e bato com frutas, comemos com cereais, grãos e açúcar mascavo orgânico. Evitamos de jogar duas bandejinhas de iogurte no lixo toda semana. Temos feito muito suco de laranja natural, com maracujá  (para variar o gosto), fazemos chá com casca de maçã, torradas com pães velhos… Tudo pode ser aproveitado e existem estratégias para reduzir o consumo, basta um pouco de boa vontade e dedicação. Acredito que, tendo optado por cuidar das crianças em casa e ser mãe em tempo integral, posso gastar 5 minutinhos colocando fraldas para lavar, ou 15 minutinhos fazendo iogurte, ou mais 15 batendo um bolo…

Educar um filho com consciência (ecológica, moral, respeito…) não é tão difícil como as pessoas pensam, é só partir da premissa que criança aprende vendo! E se nos propusermos a fazer as coisas certas, com fundamento e paciência para explicar o porquê, eles aprenderão e disseminarão os valores aprendidos em casa. Acredito que esse seja o segredo!

Beijokas

Imagem retirada do blog http://paoeecologia.wordpress.com/2009/11/27/sustentabilidade/

3 responses to “Educação ecologicamente correta…

  1. aqui em portugal se vc quiser sacolas quando forem ao mercado tem q pagar, tem epoca q vc ganha uma sacolona dessas de feira e a gente leva sempre, mas como no Brasil não é assim as vezes a gente esquece kkkkk
    como vc faz ioorgute?

    • Pois é Dani, eu sempre esquecia. Aí resolvi deixar uma direto na bolsa! Agora é automático!
      O iogurte eu esquento o leite de pacote, até formar aquela nata por cima (não pode ferver e nem ficar muito frio), depois coloco meio copinho de iogurte natural, esquento o forno e coloco a vasilha onde estou preparando o iogurte embrulhada em uma toalha bem grossa dentro do forno. Faço a noite e de manhã já está prontinho! A família aqui adora! Beijokas

  2. Olá Lu, td bem? Vc chegou a ver o lançamento da Danone, o Danoninho para Plantar? É uma forma de educar aos poucos as crianças para a sustentabilidade. Na embalagem vem sementes para eles plantarem nos próprios potinhos e um código para plantar uma árvore virtual em http://www.danoninho.com.br/florestadodino. Cada vez que uma árvore virtual vira adulta, ela é transformada em 1 m2 de reflorestamento da Mata Atlântica, graças a uma parceria entre a Danone e o Instituto Ipê. Caso queira mais informações, me diga!
    Abs, Ana

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s